beatriz @ 21:23

3/3/12

“Quando duas pessoas foram tão próximas como nós, e viveram essa proximidade de uma maneira única, aquilo a que tão raramente podemos chamar intimidade, há marcas que ficam para sempre na nossa memória, e até é ingénuo, tentar apagá-las.”