beatriz @ 11:18

5/6/11

Foi ontem, há meia dúzia de horas. Estive perto de ti, mas não te falei, não tive coragem. O medo é maior que a vontade, e consume as acções. Por mais que eu queira, quando vou para te falar, fico ali paralisada no mesmo sítio, tempos e tempos, a olhar para ti. Não chego perto de ti o suficiente para dizer-te olá e dar dois beijinhos, há sempre uma distância de segurança. De segurança porque tanto eu como tu temos pessoas connosco que não queremos magoar, e como tal, não arriscamos. Tenho pena de como as coisas ficaram, mas se é a única solução que seja. Daqui para a frente vou fechar os olhos, cruzar os dedos e venha o que vier, vou conseguir ignorar-te. Prometo-te *. 

 

 



Filippa @ 12:54

5/6/11

 

ja te sigo :')

~ catarina @ 14:01

5/6/11

 

está lindo.

BG @ 09:39

6/6/11

 

obrigada beatriz.. olha que o teu esta muito melhor que o meu.. 


Adoro o teu blog.. :p


p;αndяαde. ॐ @ 01:02

9/6/11

 

sim, mas nem sempre é fácil. x:


p;αndяαde. ॐ @ 00:18

2/11/11

 

eu ainda hoje como. :3